Arquivo mensal: janeiro 2010

Ufos Que se assemelham-se a estrelas


Participo do Grupo da revista Ufo ONLINE e li este relato que achei muito interessante.
Trata-se da investigação de um ufologo, que fez pesquiza de campo na nordeste Brasileiro.
É apenas um de seus relatos, leia:

O Dossiê Aparelho

 

Como contribuição para a lista, começarei aqui a postar partes da minha pesquisa ufológica no interior do Maranhão e Piauí, que são relatos e entrevistas que farão parte de um documento maior chamado o Dossiê Aparelho, que irá retratar a casuística ufológica nesta região da partir dos finais da década de 70 até atualidade.

No interior do Maranhão realizei algumas pesquisas de campo, por lá ocorre o fenômeno chamado de “aparelho” pelos nativos e são tantos os relatos de pessoas que avistaram estas luzes ao cair da noite, sempre nos meses secos do ano e outras que foram perseguidas e até raptadas (abduzidas) por estas luzes, que supostamente são sondas extraterrestres tripuladas. Portanto, iniciarei estas postagens aqui na lista, partindo de meu próprio avistamento e de minha própria experiência com o “aparelho”.

Era o verão de 2001, no pequeno povoado de Nazaré do Bruno, eu e um pequeno grupo de amigos resolvemos dar um passeio no açude do lugar, que dista cerca de 1 km, em local deserto, eram mais ou menos 21h00minhs.  Apreciávamos a noite e um lindo céu aberto com boa visão das estrelas, eu me afastei alguns metros do grupo enquanto observava melhor o lugar, quando ouvi gritos de um deles: _O aparelho! Olhem o aparelho! E apontava na direção a sul do povoado, onde a baixa altitude acima das árvores sobrevoava uma luz muito forte, como a luz de maçarico, parecia uma estrela, mas estava a cerca de 20 metros do solo, não fazia barulho nenhum e sua luz iluminava o topo das copas das árvores, avistei a luz, perplexo até que ela se adiantou mais ao sul.

Eu me juntei ao grupo e propus que acendêssemos um fogo para atrair a atenção do OVNI e fui contestado pelos amigos que pareciam apavorados, segundo me disseram, eles faziam as pessoas de vitimas para lhes extrair sangue. O OVNI se afastou lentamente em direção ao sul, até esconder-se atrás das arvores escapando do nosso campo de visão. Então eles recomendaram que saíssemos dali, para o caso de “o aparelho” voltar. Mas não fui dominado pelo medo, fiquei maravilhado pela visão. Esta foi a minha primeira visão do fenômeno aparelho. Na segunda, eu estava na porta de nossa casa no interior, neste mesmo povoado, diante de meu pai e um amigo que nos visitava, era um final de tarde, quando uma luz forte, mas bem longe, novamente como uma estrela, se elevou mais ao norte e subiu na diagonal aos céus, então o amigo de meu pai falou: _Olha aonde vai o danado!. Então nos viremos para vê-lo melhor, ele subiu e quando estava a grande altitude, simplesmente apagou.

Neste povoado são muitos os relatos de avistamentos e as pessoas têm muito medo de sair sozinhas nos caminhos que levam mais ao longe, nos meses de Agosto a Novembro, época em que a casuística aumenta nessa região e em boa parte do norte e nordeste brasileiro. Boa parte destes relatos consta deste documento que devo lançar em breve e que à primeira mão, será apresentado aqui na lista, em doses homeopáticas. Saudações aos nobres amigos da lista.

 


Sianis Shan
Fonte: revista Ufo Online

Anúncios

Um pouco da Area 51.