UFOLOGIA AERONAUTICA


Em tempos em que acontecimentos ufológicos são ridicularizados por jornais e TV, com reportagens rasas e tendenciosas, tentando manipular a opinião pública, subestimando a inteligência alheia, com coisas ridículas, feitas por charlatões, que tal o “ET bilu” que é a criação mais ridícula que já ouvi falar. Mas ainda acontecimentos positivos e verdadeiros acontecem, como a liberação de documentos confidenciais, liberados por militares de vários países, faz com que tenhamos um momento de reflexão sobre o tema, que nos leva a crer que algo de verdadeiro existe e esta sendo acobertado pela mídia. Mas pessoas que buscam a verdade e estudam o fenômeno sempre se sobre saem é o caso do militar chileno, o Capitão Rodrigo Bravo Garrido e Juan Castillo Carnejo com a publicação do livro “Ufologia Aeronáutica Um novo conceito dos estudos dos ovnis”, veja alguns dos inúmeros casos relatados no livro:

Casos emblemáticos relatados em Ufologia Aeronáutica

Um dos casos mais dramáticos na obra de Bravo e Castillo é o ocorrido no aeroporto El Tepual, de Puerto Montt, em 01 de junho de 1988, quando um avião de passageiros, Boeing 737 da Lan Chile procedente de Santiago e Temuco, ao tratar de aterrissar, foi “obstaculizado” por um UFO, que se dirigiu em linha reta sobre a aeronave, com claras intenções de colisão e só a habilidade dos pilotos – que conseguiram levantar vôo quando estavam para tocar a terra na pista número dois -, salvou a vida de mais de uma centena de pessoas que vinham a bordo.

Um segredo guardado por 20 anos

Local: Aeroporto Chacalluta, Arica, Chile
Data: 02 dezembro de 1988 (fato público só em 2008)
Hora: 10h50 às 16h00 hora local
Testemunhas: Controlador da torre de controle mais quatro pilotos de diferentes aviões
Tipo de aeronave: T-41 (Exército), CGH, CGI (C-337), F-5E (FACH)
Duração: Cinco horas e 10 minutos
Detecção radar: Sim
Fonte: CEFAA, Direção da Aeronáutica, Chile

Versão oficial: Avião Cessna do exército, que se encontrava realizando manobras com pessoal do SAG no setor do Vale de Azapa, interior de Arica, recebe chamada de torre de controle do Aeroporto Chacalluta, informando observação de um objeto de cor cinza que se deslocava muito lentamente, a grande altitude, vertical à cidade de Arica.

Propósito da chamada: Verificação desde o ar do observado em terra. À inspeção aérea somam-se depois duas aeronaves de prospecção pesqueira operando na zona e um avião de combate da FACH, os quais, após uma hora de diversas manobras de ascensão, descrevem que o objeto se encontrava aproximadamente a uma altura de 80.000 pés (25.900 m).

Quando o controlador de vôo consulta o piloto do avião F5-E da FACH, que tinha decolado de Iquique e ascendeu até seu teto operacional de 15.554 m, sobre o tamanho estimado do objeto, este responde que o calcula como “o equivalente a oito estádios nacionais juntos”, isto é, de um diâmetro entre 5.000 e 6.000 m.

O objeto tinha forma triangular e era muito brilhante. Deslocava-se lentamente para o Sul e depois para o Norte – foi detectado à altura da Quebrada de Camarones e também do radar primário de Antofagasta – e regressou em seguida à vertical de Arica, onde permaneceu estacionário até as 16h00, quando desapareceu em um segundo.

Engolidor de foguetes

Local: Base Aérea La Joya, Arequipa, Perú
Data: 11 de abril de 1980
Hora: 07h15 hora local
Testemunhas: Pilotos, torre de controle e pessoal militar.
Tipo de aeronave: Sukoi 22
Duração: 25 minutos
Detecção radar: Sim
Fonte: CFI (Coalition for Freedom of Information), Conferência de Washington, 12 de novembro 2007

Às 07h15 da manhã encontrava-se em formação em uma das pistas a totalidade do pessoal militar (1.800 homens), quando se observou um estranho objeto a cinco quilômetros de distância, que se encontrava estacionário a uns 2.000 pés de altitude (600 m). O UFO parecia um balão e a torre de controle reportou de imediato ao Comando de Operações, já que emitia uma luminosidade excessiva, que não podia ser atribuída ao reflexo do brilho do Sol.

Despachou-se ao seu encalço um avião de combate Sukoi 22, de fabricação soviética, última geração nesse momento, pilotado pelo tenente Oscar Santa María Huerta. Como o objeto não respondia pelas diferentes freqüências de comunicação empregadas para o identificar, o tenente Santa María recebeu a ordem de disparar e o derrubar.

Do avião foram expulsados 64 foguetes de 30 mm cada e um número indeterminado deles colou de cheio no UFO, sem lhe causar dano algum. O poder de fogo empregado é capaz de destruir uma ponte de 300 metros de comprimento em terra.

O piloto peruano conseguiu se aproximar a uma centena de metros de seu objetivo e pôde descrevê-lo como uma plataforma discoidal, de uns 10 metros de diâmetro, de cor creme, com uma cúpula no centro da base circular metálica. Carecia de janelas e também não pôde observar mecanismos de sustentação (asas) ou propulsão.

No entanto, a nave efetuou manobras de ascensão e descensão desde os 1.500 aos 6.000 pés, com uma velocidade pasmosa, desaparecendo da mira em três oportunidades. Em definitivo, reportou-o como um UFO.

“O mais estranho”, comentou o piloto Santa María, “é que a nave não identificada parecia absorver a munição lançada, depois de uma estranha ondulação em sua superfície, como quando alguém joga pedras numa fonte de água parada”.

Hamilton Stefani

Anúncios

Sobre contatoufo

Estudioso da Ufologia mundial

Publicado em 05/01/2011, em UFOLOGIA. Adicione o link aos favoritos. 2 Comentários.

  1. Fernando Davila Ferraz

    Pow muito sinistra essas histórias sou militar tb mas sou do exército e sempre gosto de ler essas histórias dos pilotos da aeronautica tenho certeza que eles devem ver muitas coisas extraordinarias na imenssidam do céu e sempre que postam suas histórias gosto de estar por dentro. E imaginar será mesmo que existe vida depois da terra?
    ate++ meus caros amigos abraço

  2. PORQUE VCS NÃO CONCLUI LOGO HEM NÃO TENHA MEDO DE DIZER EU ACREDITO SERIAMENTE ,EU ACREDITO EM ALIENS OVNS,TEMOS QUE RENUNCIAR OS NOSSOS EGOS E FALAR PRA ESSA HUMANIDADE BESTA QUE NÃO SOMOS OS UNICO DO UNIVERSO

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: